Celebrities Culture Food & Drinks

Dom Rodrigo doce para prêmio

O icónico doce, é o encontro de outras guloseimas saborosas de todo o país, que incorporam tradição, inovação e ligações históricas a Portugal.

Diz-se que o doce Dom Rodrigo, de Lagos, remonta ao século XVIII, onde foi originalmente feito pelas monjas Carmalita que viviam no antigo convento de Nossa Senhora do Carmo. Diz-se que as freiras fizeram o doce distintivo em honra de Dom Rodrigo de Menezes, no entanto os doces só se tornaram comercialmente feitos nos anos 1930 quando a Casa de Doec Regionais – Taquelim Gonçalves abriu – a loja mais antiga do tipo ainda aberta em Lagos.

“Um dos pilares das 7 Maravilhas, que já está em sua oitava edição, sempre foi dar a conhecer nossas tradições, contribuindo para a sua preservação. Por mais que o projeto continue a se reinventar, nossa missão permanece ”, disse Luis Segadães, presidente das 7 Maravilhas, referindo-se na época da apresentação do projeto que“ a grande aposta deste ano é na inovação baseada em produtos locais, incentivando empreendedorismo local. A tradição, a economia e a importância social e cultural dos doces também são critérios predominantes ”.

Mais informações sobre as 7 maravilhas de Portugal podem ser encontradas em www.7maravilhas.pt